Jardim vertical: dicas e cuidados para montar o seu!

Jardim vertical: dicas e cuidados para montar o seu!
18 de agosto de 2020 Comentários desativados em Jardim vertical: dicas e cuidados para montar o seu! Destaque, Direcional totalville

Já é sabido que as plantas são ótimas para embelezar e levar mais vida ao ambiente. E, recentemente, mesmo os moradores de espaços pequenos estão conseguindo desfrutar dos benefícios das folhagens dentro de casa — em especial, aqueles que investiram na tendência do jardim vertical em apartamento.

Em alta na decoração, essa proposta consiste em montar uma área verde, que é toda disposta em uma única parede do imóvel. Assim, além de tornar o visual do espaço mais atrativo, você conseguirá ter um cantinho próximo da natureza, sem ocupar muita metragem ou comprometer a organização do lar.

Contudo, é importante tomar algumas precauções ao longo do planejamento. Para saber mais, continue acompanhando a leitura. A Direcional preparou uma série de dicas que farão toda a diferença em seu projeto e conseguirão, inclusive, valorizar a propriedade.

Quais são os tipos de planta ideal para um jardim vertical?

O que pouca gente sabe é que o jardim vertical pode ser instalado tanto em áreas externas quanto nas internas de uma residência. Em um apartamento, por exemplo, há a possibilidade de montá-lo na varanda, em um espaço gourmet ou, até mesmo, em qualquer parede que receba iluminação indireta.

No entanto, um cuidado básico é escolher as plantas corretas para formar a sua parede verde. Abaixo, mostramos algumas das espécies mais indicadas.

Colar-de-pérolas

A Colar-de-pérolas, ou rosário, é uma planta originária da África, mas que se adaptou muito bem em terras brasileiras. Perene, essa espécie tem os ramos mais finos, podendo alcançar até um metro de comprimento.

Já as suas folhas surgem em formato de pequenas bolas verdes, que aparecem ao longo de toda a extensão do ramo e são muito parecidas com ervilhas. Tal opção é indicada para áreas com uma boa quantidade de iluminação, necessitando de regas abundantes e regulares.

Flor-canhota

De origem australiana, a Flor-canhota conta com um caule bem ramificado, podendo ser pendente ou ereto. As suas flores, por sua vez, têm o formato de uma mão, tendo cerca de cinco pétalas de tonalidade laranja.

O ideal é que esse tipo de folhagem seja cultivado em sol pleno ou em locais com meia-sombra. Também é uma boa opção para regiões de clima frio, sendo bastante resistentes aos períodos típicos de estiagem.

Samambaia

A samambaia é muito conhecida no país. Considerada a espécie mais antiga do mundo, ao lado dos musgos e líquens, ela adora ambientes com alto índice de umidade e meia-sombra. Por isso é uma excelente opção para se cultivar dentro de casa, especialmente em um jardim vertical em apartamento.

Entretanto, não acaba por aí. Fora as sugestões mencionadas, existem outras espécies de plantas que merecem a sua atenção. São elas:

  • antúrio;
  • jiboia;
  • aspargo;
  • véu-de-noiva;
  • liríope, entre outras.

Bônus

Para quem está montando um jardim vertical em um cômodo pequeno, a dica é investir em espécies com raízes pequenas e superficiais. Esse é o caso das trepadeiras e dos cactos. Dessa maneira, será possível garantir que o seu projeto permaneça belo por mais tempo, sem comprometer a saúde das plantas ou a aparência do ambiente.

Como montar um jardim vertical em apartamento?

Assim que escolher as plantas certas para o seu jardim vertical no apartamento, já será possível ter o seu tão sonhado “lar verde lar”. Entretanto, há mais alguns passos a serem seguidos, conforme mencionaremos logo a seguir.

Prepare o ambiente

Ao instalar a estrutura do jardim vertical, tente analisar bem o espaço em questão. O ideal é que seja uma área com boa incidência de luz natural. Varandas, salas de estar e cozinhas costumam ser boas opções.

Lembre-se ainda de verificar se o projeto conseguirá ser adaptado sem prejudicar a sua rotina ou comprometer um espaço utilizado para outras finalidades.

Monte o jardim

Durante a etapa de construção do jardim, analise se os vasos escolhidos contam com saídas para escoar a água após as regas. É interessante construir uma base própria com essa finalidade, que tenha cacos de telha, uma boa quantidade de brita ou areia e argila, de modo a absorver o líquido.

Além disso, a estrutura para organizar os vasos pode ser elaborada a partir de diversos materiais. A madeira de demolição e as peças metálicas, em ferro ou aço, são as mais utilizadas.

Invista na manutenção

Depois de concluir todas as etapas, tenha em mente que será preciso investir na manutenção do jardim vertical em apartamento. Até porque estamos lidando com seres vivos, logo, eles precisarão de observação e cuidado constante.

Dependendo da espécie de planta escolhida, será necessário fazer um tipo de rega diferente. Portanto, toda a atenção nesse detalhe. Se quiser ter mais praticidade, invista em um borrifador ou crie um sistema de irrigação constante e automatizado.

Daqui para frente, ainda será preciso:

  • realizar podas constantes para estimular o crescimento das folhagens;
  • apostar na adubação correta;
  • ficar de olho nos substratos utilizados, optando sempre por insumos de qualidade.

Esperamos que tenha gostado das nossas dicas sobre como ter um jardim vertical em apartamento. Escolher as plantas certas, ter um planejamento e fazer a manutenção constante do espaço vai deixar o seu lar mais verde, bonito e acolhedor.

Quer mais dicas para cuidar melhor desse cantinho? Aproveite e baixe o e-Book Meu Jardim Encantado, com tudo o que você precisa saber a respeito de jardinagem dentro de casa.

The post Jardim vertical: dicas e cuidados para montar o seu! appeared first on Blog da Direcional | Onde moram as grandes conquistas.

Fonte: direcional
Author: direcional

About The Author
%d blogueiros gostam disto: