Previna-se! Patologias comuns em indústrias

Previna-se! Patologias comuns em indústrias
29 de abril de 2020 Comentários desativados em Previna-se! Patologias comuns em indústrias Destaque, Revestimentos totalville

Como já sabemos, as patologias são defeitos, ou “doenças”, que acontecem por diversos fatores, podendo diminuir a vida útil do projeto e até o descolamento das placas cerâmicas. Em indústrias, os riscos de patologias são maiores, devido às condições em que o revestimento está exposto, sendo necessário escolher materiais de alto desempenho.

Neste artigo, você encontrará quais são as patologias mais comuns em áreas industriais e como evitá-las. Vamos lá?

Os pisos industriais estão sujeitos a um ambiente mais agressivo quando comparados aos pisos residenciais. A capacidade de resistência mecânica, resistência a produtos químicos, as variações bruscas de temperatura, limpeza simples, segurança e baixa manutenção, são fatores que devem ser atendidos, quando sua obra necessita de alto desempenho técnico. Essas características são importantes, principalmente em indústrias de alimentos, de bebidas ou farmacêuticas, onde o piso está exposto a diversos agentes desgastantes, típicos da rotina industrial.

As patologias em indústrias podem representar um fator de redução da vida útil do revestimento e comprometer a segurança do local. Além disso, o aparecimento de patologias exige que sejam realizados serviços de manutenção, gerando custos não previstos e paralisando o processo produtivo da empresa.

As causas podem ser estar problemas de projeto ou de planejamento, qualidade do material e mão de obra não especializada. Confira os problemas mais comuns e como evitá-los:

Trincas e fissuras:

Provocadas por esforços mecânicos, como a tração, compressão, flexão, causa a separação da placa em diversas partes. Esse defeito é resultado de tensões transmitidas à superfície da cerâmica através das camadas inferiores. As fissuras do revestimento cerâmico são o prolongamento das fissuras da estrutura. Um projeto de juntas mal executado pode contribuir para o agravamento do defeito.

Para evitar esse tipo de problema, o fabricante deve garantir um revestimento com dilatação térmica e expansão por umidade. A base do revestimento deve ser elaborada de acordo com um projeto cuidadoso, prevendo as juntas de movimentação.

Manchas opacas nos revestimentos

Em alguns casos, como padarias, frigoríficos, cervejarias e indústrias de laticínios, que estão em contato com resíduos corrosivos como açúcar, óleo quente, sangue, ácidos, entre outros meios agressivos, é importante que a limpeza seja feita com produtos específicos para placas cerâmicas.

A limpeza dos revestimentos pode influenciar diretamente na vida útil do projeto, evita manchas e mantém as propriedades antiderrapantes das placas cerâmicas. Nunca utilize detergentes ou xampus de origem desconhecida, que contenham ácido fluorídrico (HF) ou “limpa-pedras” em sua formulação, pois estes produtos atacam corrosivamente as placas cerâmicas, causando danos irreparáveis.

Manchas por umidade

Além dos exemplos citados acima, a infiltração de produtos potencialmente agressivos e água, pode causar a deterioração (corrosão) da argamassa de assentamento. Esta é uma patologia que ocorre geralmente quando o revestimento cerâmico é instalado em condições aceleradas, quando algumas etapas do processo são desrespeitadas ou quando há problemas de infiltração.

A principal causa das manchas é a umidade residual que fica no emboço e que não é eliminada posteriormente. Deixe a base de concreto secar por, pelo menos, 28 dias antes de fazer qualquer tipo de regularização. Se o concreto molhar depois destes 28 dias, deixe que ele seque por, pelo menos, mais 24 horas, para só então regularizar.

Descolamento de peças

O descolamento de placas cerâmicas é uma das patologias mais preocupantes e que envolve a segurança de uso e operação industrial. Algumas possíveis causas do descolamento podem ser:

  • Problemas no projeto.
  • Excesso de água na argamassa colante, preparo e utilização dela depois de excedido o tempo em aberto ou fora do prazo de validade.
  • Falta de acompanhamento, inspeção e controle durante a execução das diversas fases do revestimento cerâmico.
  • Infiltração de água.
  • Mão de obra desqualificada.

Os casos de descolamentos devem ser avaliados por
especialistas e/ou peritos civis, pois envolvem desde a análise dos cálculos de
projeto e estruturais até o método adotado para a aplicação da cerâmica e
controle da mão de obra.

Com isso, podemos perceber, que é fundamental a contratação de profissionais capacitados para a definição de projeto, execução e utilização de materiais de alta resistência.

As placas cerâmicas Gail possuem garras cônicas. Trata-se de um sistema de segurança que garante melhor fixação das placas cerâmicas e resistência mecânica. O desenho cônico aumenta consideravelmente a aderência das placas durante o assentamento, garantindo maior vida útil ao seu empreendimento.

A Gail é a indústria líder nacional em revestimentos cerâmicos extrudados para pisos e paredes em ambientes internos e externos. Contamos com sistemas industriais exclusivos para cada necessidade do local. Saiba mais acessando aqui.

Gostou? Ficou com dúvidas? Deixe seu comentário.

O post Previna-se! Patologias comuns em indústrias apareceu primeiro em Blog da Gail • Tudo Sobre Revestimentos Cerâmicos.

Fonte: tanto/ gail
Author: Gail

About The Author
%d blogueiros gostam disto: